Mamoplastia

O QUE É A MAMOPLASTIA?

A mamoplastia redutora é a diminuição do volume mamário quando este se apresenta exuberante. O procedimento é indicado para mulheres que sentem desconforto devido ao tamanho e volume das mamas. Normalmente, essas pacientes podem apresentar dores constantes nas costas, no pescoço e o tronco curvado. No entanto, esta cirurgia também pode ser feita por questões estéticas, de acordo com os fatores que desagradam a mulher.

Após a cirurgia, é possível notar a redução da mama de forma imediata. Com o tempo, o inchaço diminui. Outro procedimento cirúrgico similar à mamoplastia redutora é a mastopexia, no qual o excesso de pele que apresenta flacidez é retirado. É comum que a cirurgia de mastopexia seja realizada durante o procedimento da mamoplastia.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

CICATRIZ

As cicatrizes tendem a ficar mais imperceptíveis possíveis, porém, estas estão relacionadas com o volume a ser retirado e com a flacidez existente. As cicatrizes podem ser em “L” ou “T” invertido ou periareolar, dependendo do caso.

GRAVIDEZ

A cirurgia somente poderá ser realizada após seis meses do término da amamentação, quando os tecidos orgânicos já retornaram ao normal. Decidida a mamoplastia, recomenda-se programar um método contraceptivo eficaz, já que uma gravidez posterior pode comprometer o que já foi obtido com o procedimento.

ANESTESIA

Pode ser local com sedação, peridural ou mesmo geral, conforme a indicação do anestesiologista.

TEMPO CIRÚRGICO

Varia entre duas a três horas.

IDADE

Uma vez que a mama tenha estacionado seu crescimento (quando não houver mais troca de sutiã para números maiores).

VALE RESSALTAR

Ao longo do tempo, os seios podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, gravidez, aos fatores hormonais e à gravidade.